As emoções e a autoestima da grávida

Apesar de toda euforia ao redor da grande novidade que é a gravidez, algumas futuras mamães sentem na pele uma reviravolta de sentimentos.

As perguntas não param de surgir: serei uma boa mãe?  Tenho tantas providências a tomar, darei conta de tudo? Meu bebê nascerá saudável?

Um misto de alegria, ansiedade e momentos de tristeza invadem a cabeça da gestante.

Não se espante se isso ocorrer você. Nada mais natural sentir-se insegura com tantas transformações físicas e emocionais que a gravidez provoca.

Aproveite as consultas e divida essas inseguranças e sentimentos ambíguos com o médico. Ele estará preparado para ouvi-la e ajudá-la caso haja necessidade. Em alguns casos poderá indicar alguma atividade terapêutica para aliviar o estresse.

A gravidez sem dúvida aflora a feminilidade da mulher, tanto que a maioria se sente poderosa exibindo seu lindo e majestoso barrigão.

E cá ente nós, o ventre materno é algo mágico, misterioso e é natural que a gestante sinta-se poderosa nessa nova condição.

Grande parte das gestantes curtem essas mudanças no corpo e ficam se achando bonitas e atraentes

Se a mulher antes da gravidez era segura e bem resolvida em relação ao corpo e a beleza, as chances de se manter assim na gestação são bem maiores.

Para se ter a aut estima preservada e entender as mudanças naturais no corpo é importante que a gestante tenha apoio do parceiro e da família.

Trocar ideias com outras grávidas sobre o que a incomoda nesta fase, faz muito bem. Desta forma, exteriorizando os sentimentos e dúvidas, ficará bem mais fácil solucionar possíveis conflitos.

Cuidar da aparência também é importante. Roupas confortáveis e adequadas, manter uma aparência cuidada, unha e sobrancelhas feitas, cuidar dos cabelos, um toque de maquiagem, fazer exercícios e cuidar da alimentação são medidas que vão auxiliar na manutenção da autoestima e da feminilidade.

Muitas mulheres ficam receosas quanto ao corpo. Nem sempre engordar o indicado pelo médico, cerca de 12 quilos, é o que acontece.

Controlar o peso deve ser uma atitude voltada para a saúde e o bom andamento da gravidez e não apenas uma questão estética.

Converse com o seu obstetra e peça orientações sobre alimentação saudável e atividades físicas, isso ajudará e muito a se sentir mais plena e feliz consigo mesma.

Estudo comprova que autoestima da gravida reflete na relação com o bebê

Segundo uma pesquisa realizada pelo Projeto Aconchego, durante três anos, com 523 grávidas e 211 parceiros, constatou-se que quanto maior a autoestima da mulher durante a gravidez, maior será o vínculo que ela terá com seu bebê no futuro.

E você, conte para gente como se sentiu assim que soube que estava grávida!  

Lojas Bicho Papão
Lojas Bicho Papão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *